Casa de Criadores – Destaques

O primeiro dia da Casa dos Criadores teve três destaques:

João Pimenta

O homem de silhuetas femininas de João Pimenta desfilou decotes, cinturas marcadas, quadris largos e transparência. Tudo em preto e branco e com trilha sonora de picadeiro. Fez até a mulherada torcer o pescoço para dar aquela espiadinha nos laçarotes colocados nas costas dos modelos, que lembram aventais hospitalares e nos sapatos de salto quadrado e bico redondo, quase boneca. Um capricho.

TudiConfusi

A moda em tempos de crise da TudiConfusi transformou o problema da falta de grana para desenvolver uma coleção em desafio. A trupe quase fica sem desfilar e apresenta apenas uma performance, mas para a despedida de um dos integrantes, o Ad, resolveram colocar a mão na massa e ver como se sairiam sem usar o processo tradicional de produção das peças. Os modelos nasciam de brincadeiras com o tecido no corpo do manequim, quase como um moulage, e muitas peças podem ser usadas como calça, saia, vestido ou casaco, dependendo da forma como são amarrada ao corpo. O resultado foi melhor do que o esperado. Ao som de Raul Seixas os Tudi mostraram que criatividade ainda é a saída para falta de investimento nesse mercado. Os acessórios, todos feitos de papel colorido, eram da Agência Luminas, e os ótimos sapatos, Swear London.

Rober Dognani

A mulher ousada e sexy de Rober Dognani aparece usando tecidos estruturados que lembram armaduras, couro, muito preto e lamé dourado, além de mini vestidos justos e de um ombro só. Levaria vários deles para o meu armário hoje. O estilista se aventurou pelo mundo das calças, que ele quase não trabalha, com dois modelos de alfaiataria que não fizeram feio. A fofoca da noite? Rober teve que mudar a trilha de seu desfile no dia da apresentação. O DJ convidado havia escolhido Ebony Bones, que foi gongada pelos stylists da marca aos 45 do segundo tempo “Isso é Drag Music”, alegaram contra a vontade de Rober. A substituta foi Yoko Ono.

Por Kátia Lessa do blog Kakaos

Compartilhe: