A casa nova da Casa de Criadores e a diversidade no evento

Nessa edição a Casa de Criadores mudou de endereço e está acontecendo no Museu Afrobrasileiro, dentro do Parque do Ibirapuera. O Museu, que existe desde 2004, é um espaço destinado a preservar e difundir a cultura, memória e história do Brasil, na perspectiva negro africana. E quem for conferir os desfiles vai ver que na entrada do espaço, todo envidraçado, já é possível visualizar algumas das exposições que estão rolando como “Deuses D’África – Visualidades Brasileiras” e “Grande Mural dos Orixás – Carybé”.  As exposições circundam a sala de desfiles, uma ideia é chegar um pouco mais cedo para poder conferí-las.


A escolha do museu também tem tudo a ver com a homenagem da casa a cultura negra e a proposta de elevar a participação de modelos negros na passarela. Atualmente o percentual de 10% em cada desfile vem sendo incentivado, mas queremos atingir pelo menos 20% em cada desfile. O que vimos ontem na passarela é que os estilistas e a produção estão mesmo empenhados em cumprir a meta. A diversidade do casting era bem maior do que costumamos ver nos outros eventos de moda.



Falando em diversidade, as exposições que estão rolando no próprio lounge da Casa também complementam a premissa dar voz e visualidade as várias produções culturais. Não deixa de conferir os desenhos de Thiago Verdeee e as camisetas selecionadas pelo concurso Homofobia Fora de Moda!

Hoje tem mais, com Projeto LAB a partir das 19h! Até lá! 🙂

Compartilhe: