U+REVIEW_PROJETO LAB_O.SÓRIO

via @U_MAG

© Felipe Abe

Ana Paula Osório conquistou sua vaga nesta edição do Projeto nem tanto por pela imagem final, ou por ser dona de um estilo revolucionário. O que garantiu sua estreia nessa edição do braço mais jovem da Casa de Criadores foi o acabamento primoroso, unido a uma extrema atenção aos detalhes. E na passarela não foi diferente.De leve pegada oriental, a estilista natural de Belo Horizonte e radicada em Brasília, mostrou uma alfaiataria onde a atenção ao corte e tecidos ganham destaques. São eles os responsáveis pelas formas bem definidas desta coleção. Justas e estruturadas, ou soltas e um com um pouco mais de movimento, falam de uma certa vontade de adaptar peças clássicas à ideia de performance física. Tudo isso com um excelente trabalho de detalhes, que deslocavam abotoaduras, removiam lapelas, ajustavam a jaqueta ou alargavam a calça.

Porém, tudo um pouco tímido demais. Ana Paula tem repertório e conhecimento de moda, principalmente masculina. Sabe que são através dos pequenos detalhes que a evolução acontece.O modo como corta seus ternos é quase digno de alfaiate, e talvez aí esteja um dos pequenos tropeços da coleção. Presa em moldes tradicionais do costume, alguns shapes mostram-se algo que antiquados (caso das jaquetas de ombros muito quadrados, por exemplo). Os pequenos detalhes parecem também um tanto pequenos demais, sem aquela ousadia ou vontade de ir além que pauta os jovens estilistas integrantes do Lab. Mas até aí nada muito grave. O que importa a estilista mostrou que potencial não é seu problema, e o que falta, é só um pouco mais de segurança para deixar seus experimentos sobre alfaiataria fluírem mais livremente como nos dois bons últimos looks do desfile.

VEJA AQUI AS FOTOS DO DESFILE O.SÓRIO VERÃO 2012

+ umagmag.com

Compartilhe: