U+REVIEW: Sumemo inverno 2012

via @U_MAG

©Felipe Abe

O inverno 2012 é o turning point na história da Sumemo, marca de streetwear que até a temporada passada ainda estava meio desorientada no quesito estilo. Agora, sob a batuta do veterano Marcelo Sommer, a coleção da grife se mostra mais coesa, bem resolvida e atualizada do que nunca. Para coroar esse momento grandioso, nada melhor do que o palco do Cine Joia, perfeito para a intervenção da banda de rock and roll ao vivo.

Pautadas pelo universo headbanger, as roupas surgem repletas de caveiras, além de outros trademarks da Sumemo: como o soco inglês, as frases divertidas e o logo do time de futebol americano Raiders, só que reapropriado.

Lembra que na temporada passada a gente disse que a Sumemo era tipo uma Cavalera no início? Então, de repente, não é mais! E as grandes marcas de streetwear que se cuidem: pelas mãos de Sommer, a Sumemo oferece uma cartilha enorme de possibilidades aos clientes _tem desde hoodies, minissaias, calças e camisetas até vestidos, casaquinhos, macacões, coletes, bermudas, gravatas, luvinhas. Em alguns momentos, é como se Billie Joe Armstrong _o vocalista do Green Day_ fosse o ponto de partida da coleção.

Tudo isso com um fator que antes era inédito nos desfiles da marca: um enorme equilibrio entre comercial e fashion. Se antes a Sumemo estava só preocupada em vender, nesta temporada ela subiu alguns degraus e mostra uma boa vontade de desafiar os limites da moda. Com muito senso de humor, claro: o primeiro look da top Vivi Orth (o body de esqueleto) é simplesmente ótimo! E o hoodie que fecha no rosto para formar um crânio? Uau! Tem também as aplicações de caveirinhas metálicas, os tules, os collants, as pelúcias, os xadrezes (ah, Sommer!)… Enfim, um desfile cheio de energia para uma coleção que, apesar de muito extensa, se mostrou madura e, acreditem, mais que completa.

+ Veja todas as fotos do desfile da Sumemo inverno 2012

 

 

Esta crítica é assinada pela equipe da revista U-MAG, que teve autonomia e liberdade total para criticar todos os desfiles. Suas opiniões não refletem, necessariamente, as mesmas do evento.

 

Veja o vídeo abaixo

Compartilhe: