A construção em moulage e a sobreposição de layers foram os pontos de partida para o inverno 2014 de Trendt. As peças criadas pelo estilista Renan Serrano começaram a ser esboçadas a partir de suas experiências reais. Ao apurarmos o olhar, conhecemos a complexidade proposta pelo jovem estilista da label, que traça uma história concisa e fresca para os tops, sempre a partir de excelente modelagem, inovadora e complexa, com delicados acabamentos cortados a laser.

Na criação e desenvolvimento das estampas, há um retorno ao passado – em cada peça, as estampas foram desenhadas e pintadas diretamente nas modelagens evitando o uso de técnicas digitais e gerando um processo de ciclo manual e artesanal. O traçar de retas apenas com pincel e devores pintados a mão, derramam sobre cada peça ainda mais sensibilidade e requinte.

As estampas exclusivas da coleção são compostas por quatro grupos: o de elementos extraídos de tatuagens aborígenes; o de tipografias estouradas nas modelagens, gerando formas geométricas com o nome da marca; um grupo de transição em aguada de nanquim, seguido pelo último grupo formado por guias. Todas, transferidas para o tecido com técnicas em burn out e em um inusitado relevo desenvolvido especialmente para a nova coleção.

O desfile comprovou como nunca a dualidade da marca em vestir unissex. Uma coleção feita com mais instinto e sinceridade apurada.

Compartilhe: