Björk chega aos 51 anos quebrando padrões estéticos com voz poderosa e visual futurista

Björk Guðmundsdóttir nasceu em Reykjavík, na Islândia, no dia 21 de novembro de 1965. Portanto, hoje é dia de dar parabéns à musa de muita gente que ama música e, claro, moda. Vencedora do Polar Music Prize, conhecido como o “Prêmio Nobel da Música”, ela é famosa por sua voz poderosa, de alcance quase único, e também por seu visual que antecede a loucura de Lady Gaga. Como muita gente já sabe, Björk é fã de Elis Regina e se inspirou nela, no punk rock (ela começou ainda criança com uma banda desse estilo), no pop (seus videos são emblemáticos) e no camaleão David Bowie, como já disse em algumas entrevistas.

Börk atriz é um caso à parte: seu melhor papel foi em Dançando no Escuro, de Lars von Trier, no qual canta também com Tom Yorke, do Radiohead. O filme mostra uma mulher pura, tímida e sofredora que não consegue lidar com um mundo egoísta. De dar desespero. Por sua atuação, ganhou o Prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cannes de 2000. Foi indicada para 13 prêmios Grammy, tem mais de 10 álbuns, levou um Oscar e coleciona Globos de Ouro.

Björk é a maior celebridade da Islândia, atravessando fronteiras com seu som etéreo, com letras conceituais. Lembrada pelo excentrico vestido de cisne que usou no Grammy de 2001, coleciona figurinos elaborados, partindo para um esfera high-tech, com elementos estruturados e usando e abusando de cores e formatos inusitados. Björk é avant-garde. Em sua extensa lista de estilistas queridinhos temos Alexander McQueen e Iris Van Herper.

*

E mais: a nova empreitada de Björk é a realidade virtual. Ela lançou dois projetos no Iceland’s Airwaves Festival neste mês, chamados “Notget” e “Family”. Olha o teaser!

Compartilhe: