A geração “tombamento” de Isaac Silva no penúltimo dia de desfiles

Isaac Silva injetou humor e certa dose de atrevimento no desfile que apresentou nessa quinta-feira na 40ª edição da Casa de Criadores. “A geração tombamento é um movimento estético urbano muito importante quanto ao fortalecimento e à autoestima de jovens negros urbanos no Brasil. O movimento ganha força nas redes sociais, nas periferias, nos espaços dentro e fora da militância, nas comunidades LGBT, nas festas (Batekoo/Don’t Touch in My Hair/Afrobapho & Tombo) e é representado por personalidades negras: Magá Moura, Carol Conka (“já que é pra tombar, tombei”), Liniker, As Baianas e a Cozinha Mineira e Tássia Reis. A palavra tombamento se alinha ao termo empoderamento, e acredito que foi a partir dele o surgimento do significado de tombar: fechar, lacrar, arrasar, divar”, diz ele. O que se viu? Muito brilho e muito jeans. “Lacrou”, resumiu. Nas entrelinhas do estilista, muita atitude que a gente confere abaixo.

Compartilhe: