Arte Ataca! Quatro galerias paulistanas que colocam novos temperos na já apimentada cena!

E essa explosão de galerias de arte em São Paulo, hein? Coisa dos deuses, que só oferece mais e mais oportunidades para artistas terem sua galeria, além de exportar nossa arte pelo mundo. Casa dos Criadores elegeu quatro projetos que vieram para ficar, com diferentes propostas e com personagens que a gente conhece! Anote aí…

Da moda à arte

espaçoquadrado

Lembra do Mareu Nitschke? Estilista das antigas, que desfilou na antiga Semana de Moda (atual Casa de Criadores), ele agora vai abrir o Espaço Quadrado: uma galeria de arte, moda e design ancorada por ele e pelo artista plástico Carlos Bertuol. O formato promete ser inédito com a produção artística de um artista interferindo na criação do outro, e vice-versa, gerando conjuntos de peças e obras a partir destas influencias mútuas. Os ateliês deles também se mudam para o novo espaço. A abertura será no dia 8 de abril com a nova coleção de Mareu, os corvos de Carlos, a coleção capsula de Mareu para a Nº 10, da Dona Coisa, alguns produtos da linha Home Quadrado, as joias de Alfredo Grosso e muito mais. Fica na Rua Tupi, 836. Ah, e quem cuidará da assessoria é o Vicente Negrão, então já viu!

1,2,3… gravando!

gravura

A galeria Gravura Brasileira nasceu em 1998 por Alberto Fuks e Eduardo Besen com a proposta de mostrar a gravura histórica e contemporânea em toda a sua diversidade com exposições temporárias e obras de acervo. Muita coisa aconteceu e o projeto se tornou o único espaço de exposições no país dedicado somente à gravura, com mais de cem exposições realizadas nos últimos 10 anos. Já participou como convidada de feiras de arte (ArtFrankfurt 2003 e 2004) e em exposições internacionais (realizadas a partir de 2001 nas cidades de Amsterdam, Belize, Heidelberg, Paris, Cardiff, Nova York, Havana, Washington, Oaxaca, Cidade do México e Berlim). Com o tempo, muito além de gravuras entra na galeria, como podemos ver nas últimas duas exposições (tem uma em cartaz agora). É que nos últimos tempos entraram em cena o arquiteto, designer e roteirista Duílio Ferronato e o economista e colecionador Sérgio Nardinelli. Pois bem: a galeria continua seu trabalho especializado em gravuras e agora atua também em outras mídias com um time de artistas especial. Fica na Vila Madalena. (www.gravurabrasileira.com)

Experimente arte

janaina

Obra de Marcus André

Janaina Torres começou no mercado de arte com o escritório Mira-Arte, em 2013. Após três anos oferecendo atendimento personalizado a arquitetos, colecionadores e amantes da arte, inaugurou em outubro de 2016 a Janaina Torres Galeria, em espaço próprio no Jardim América, em São Paulo. O projeto arquitetônico moderno é de autoria do Estudio Manus. A ideia? Abrigar trabalhos, exposições e experimentos de artistas jovens e consagrados por meio de seleção cuidadosa e colaboração de curadores independentes. Com bagagem nas artes cênicas, Janaina Torres dedica atenção também a performances e à exploração do espaço por meio de intervenções e videoinstalações. Lembrando que Janaina é casada com o jornalista Ubiratan Muarrek, que já trabalhou no Jornal da Tarde e que lançou dois livros, entre eles o recente “Um Nazista em Copacabana”. A exposição que logo entra em cartaz, nesta quinta-feira (30/3), é do carioca Heleno Bernardi. (facebook.com/janainatorresgaleria)

Coração paulistano

se

A Sé Galeria abriu suas portas em abril de 2014 no centro histórico de São Paulo. Localizada na primeira rua da cidade, num casarão de 1890 que abrigou o primeiro cartório municipal, o prédio é hoje um hub criativo que abriga três projetos: A Sé, o Phosphorus (espaço independente de arte experimental) e a Casa Juisi (acervo de roupas vintage para pesquisa e locação). São mil metros quadrados de casa, abrigando salas expositivas, acervo, cozinha experimental, jardim e área de convivência. Projeto da fotógrafa Maria Montero. (www.segaleria.com.br)

Compartilhe: