Tarcisio Brandão questiona temporalidade da moda com apresentação com gosto de quero mais! – #fort

Para comemorar os 5 anos de sua marca homônima, Tarcisio Brandão decidiu fazer retrospectiva dos principais materiais com que já trabalhou, mas foi além: reutilizou de fato o que não foi aproveitado no passado. E a ideia fez todo sentido, afinal, sustentabilidade e responsabilidade social são dois pilares de sua etiqueta. Daí os trabalhos de cestaria, os bordados manuais e rendas – muitos deles desenvolvidos por artesãos e comunidades focadas na preservação do artesanato regional, com quem o estilista trabalha já há algum tempo – que se destacam na coleção.
Bastidores do desfile de Tarcisio Brandão || Créditos: Cassia Tabatini

Bastidores do desfile de Tarcisio Brandão || Créditos: Cassia Tabatini

“Quero questionar a questão de temporalidade da moda, por que tudo se descarta depois de seis meses, por que não há mais continuidade e preservação em certos pontos”, pergunta ele. Discurso tão válido e urgente que deixou a gente com vontade de ver mais. Mais desdobramentos na passarela, mais força na imagem e mais estridência sobre assunto de tamanha importância.
Bastidores do desfile de Tarcisio Brandão || Créditos: Cassia Tabatini

Bastidores do desfile de Tarcisio Brandão || Créditos: Cassia Tabatini

texto: Luigi Torres
fotos de backstage: Cassia Tabatini / FORT Magazine
fotos passarela: Marcelo Soubhia/FOTOSITE

Bastidores do desfile de Tarcisio Brandão || Créditos: Cassia Tabatini

Bastidores do desfile de Tarcisio Brandão || Créditos: Cassia Tabatini

Compartilhe: