Farfetch recebe investimento de mais de R$ 1 bi para expandir negócios na China

Poucos dias após comprar o e-commerce Style.com da Condé Nast, a Farfetch está prestes a aumentar potencialmente seus negócios na China. Isso graças a JD.com, espécie de Amazon da China que acaba de anunciar o investimento de US$ 397 milhões (R$ 1.322 bilhão) na plataforma de luxo baseada em Londres.

A parceria tem como meta permitir que a Farfetch expanda seus negócios no país, onde está há dois anos, agregando novas marcas de luxo ao seu portfólio, incluindo marcas chinesas, e permitir que a JD ganhe impulso com o acesso à tal cobiçada lista de marcas de moda parceiras do e-commerce britânico. A Farfetch poderá trabalhar um marketing mais direcionado ao público chinês – o segundo maior mercado da Farfetch no mundo.

Sede da Farfetch em Londres

Segundo o fundador e CEO da Farfetch, José Neves, disse ao portal “WWD”, o valor diz respeito à compra de uma participação minoritária da plataforma, e não mudou a operação do negócio, ainda nem capital aberto. Como parte do acordo, o fundador e CEO da JD, Richard Liu, se junta a Neves ao conselho da Farfetch.

Para se ter uma ideia da dimensão dos grupos, a JD tem 250 milhões de usuários ativos, enquanto a Farfetch trabalha com 200 marcas de luxo e mais de 500 multimarcas varejistas.

Compartilhe: