O melhor dos desfiles de Helô Rocha e Juliana Jabour e da Cotton Project

A semana que passou marcou a 44ª edição do São Paulo Fashion Week, com calendários de eventos que aconteceram em locações externas e, em sua maioria, na Bienal do Ibirapuera. A Casa de Criadores manteve seus olhos ligados aos desfiles da temporada de verão 2018 e aponta abaixo os destaques de três deles: Helô Rocha, Juliana Jabour e Cotton Project, marca de Rafael Varandas.

JULIANA JABOUR 

Desfile Juliana Jabour verão 2018 || Créditos: Reprodução Instagram

Juliana Jabour, que estreou suas criações em passarela durante edição da Casa de Criadores e também é diretora criativa da Lez a Lez, preparou para a temporada de sua marca homônima coleção inspirada em universo náutico, tema presente em muitos de seus desfiles, sob estética esportiva, sua marca registrada, desta vez combinando a babados românticos. No desfile, que rolou no 5º dia do SPFW, na Bienal do Ibirapuera, destacaram-se mangas bufantes e golas vitorianas, enquanto signos da estética náutica como as cores azul, vermelho e branco e as listras deram vida a peças que definem o esporte urbano da temporada. Imperdível: o jeans desenvolvido em parceria com a Amapô, de Carô Gold, que ficou de fora desta temporada mas fez sua marca.

Desfile Juliana Jabour verão 2018 || Créditos: Reprodução Instagram

COTTON PROJECT 

Desfile Cotton Project verão 2018 || Créditos: Reprodução Instagram

A marca de Rafael Varandas deu continuidade à busca estética de comportamento para questões como ansiedade constante e inquietação urbana que vivemos. A forma dele de fazer isso em sua nova temporada de verão, apresentada nesta 4ª feira? Dividir a coleção em dois movimentos: o primeiro chamado de “Novos Velhinhos”, que surgiu em passeio pelo bairro de Higienópolis, que segundo o estilista são pessoas mais calmas pois não usam internet, e o segundo uma imersão no universo dos jovens e nos caminhos de cura à ansiedade e busca por paz de espírito. “Fui atrás do cosmos, meditação, astrologia e misticismo”, contou Rafael à imprensa. Entre os pontos mais altos da coleção está a bolsa biodegradável criada com tecnologia Rhodia.

Destaque para bolsa biodegradável criada com tecnologia Rhodia do desfile || Créditos: Reprodução Instagram

HELÔ ROCHA 

Desfile Helô Rocha verão 2018 || Créditos: Reprodução Instagram

Referências vitorianas, vistas de leve no desfile de Juliana Jabour, marcam a temporada de Helô Rocha, apresentada em desfile na Bienal do Ibirapuera no 5º e último dia de SPFW. Com predominância de tons pastel, a coleção foi inspirada em roupas de dormir e moda íntima com atmosfera de “sonhos tropicais”. Esta última, presente em bordados com plantas tropicais feitos por bordadeiras de Timbaúba dos Batista, no interior do Rio Grande do Norte. “Os bordados são feitos como um raio x ao molde de flores e folhas de verdade, como costela de Adão e orquídea”, explicou a estilista, que brinca com novos temas sem fugir de sua identidade. Outro ponto que a Casa adorou, foram os sapatos do desfile, criados em parceria com a Wirth – marca que existe há 70 anos e produz seus sapatos manualmente.

Desfile Helô Rocha verão 2018 || Créditos: Reprodução Instagram

Compartilhe: