CZO, da CARTEL 011, estreia na Casa de Criadores com performance de Ney Matogrosso

A convite de Cristian Resende e Fernando Sapupo, sócios do Cartel 011, Ney Matogrosso fez performance para fechar o primeiro desfile da CZO – private label do Cartel 011, na Casa de Criadores, que rolou nessa quinta-feira. O diretor criativo da marca, Cristian Resende, tem em Ney uma grande referência, que personifica a essência de liberdade, leveza, transformação e atitude que ele deseja gerar com a sua moda.

A atitude da coleção vem da década de 1980, marcada por pensamentos libertários e pela leveza do ser. Um contexto em que o politicamente incorreto era maneiro e ícones controversos como Cazuza e o próprio Ney Matogrosso enfrentavam o senso comum e faziam com que tudo fosse muito mais divertido, livre e leve.

Entre os destaque do desfile, que revive um ícone da cultura pop do Brasil 80, é a T-Shirt branca estampada com a frase “Prefiro Toddy ao tédio”, da escritora Ledusha Spinardi, do livro “Risco no Disco”, de 1981, eternizada por Cazuza naquela mesma década. A peça reproduz a original usada pelo cantor, em 1986, e será lançada oficialmente no desfile da coleção CZO – que tem o apoio da marca Toddy.

Compartilhe: