Ney Matogrosso, que segue divando, regrava sucesso de Teixeirinha e a estreia será no teatro

Ney Matogrosso recebeu convite inusitado do ator Darson Ribeiro: gravar nova versão da música “Coração de Luto”, de Teixeirinha, que retrata a sua própria vida e que foi lançada há 52. Na época em que foi lançada, seu sucesso foi tanto que virou filme, batendo recordes de bilheteria.

A música vendeu mais de 25 milhões de cópias e já foi regravada por diversos intérpretes, entre eles a dupla Milionário e José Rico, com uma roupagem mais sertaneja. Gravada à capella por Ney Matogrosso, a música será usada para a abertura do monólogo “O Homem que Queria ser Livro”, estrelada por Ribeiro, com texto escrito especialmente para ele por Flavio de Souza.

“Pra mim, como intérprete, é um desafio enorme cantar um clássico, um recorde de vendas que até hoje não foi batido. E é claro que não pretendo o alcance dele (Teixeirinha), mas é muito interessante o inusitado convite do Darson em interpretá-la. Ainda mais para uma peça de teatro.”

A estreia da peça acontece no dia 5 de janeiro e marca também a abertura do teatro da Livraria da Vila da Alameda Lorena, nos Jardins. “O Homem que Queria ser Livro” é quase um trocadilho entre “li-vro” e “li-vre”. É o teatro indo em busca de uma retomada da criança interior, no sentido humanista da ação. Em 45 minutos num tom confessional, o ator apresenta de forma crua e sutil ao mesmo tempo, em tons variantes entre drama, humor e poesia, um reverso desse mundo caótico justamente pela falta de humanidade.

Imagem de divulgação da peça “O Homem que Queria ser Livro” || Créditos: Divulgação

“O Homem que Queria ser Livro” 
Darson Ribeiro Idealização, título e interpretação
Estreia: 5 de janeiro de 2018
Temporada: sextas e sábados às 20h. Até 3 de março.
Indicação etária: 10 anos
Capacidade: 50 lugares
Local: Teatro Livraria da Vila da Alameda Lorena, nº 1731, Jardins.
Ingressos: R$ 60 (int) R$ 30 (meia)
Vendas online: www.ticketfacil.com.br
+www.teatrolivrariadavila.com.br

Compartilhe: