Inspirada em Salvador Dali, Caroline Funke faz uma reflexão sobre o futuro mergulhando no passado

Caroline Funke apresentou na 43ª edição da Casa de Criadores, nessa quinta-feira (26), uma reflexão sobre o futuro se baseando na memória. “Sabe quando olhamos para algo que nos revela recordações, das mais singelas às mais grandiosas, nos fazendo vagar pela vida com um breve respiro do que seria o futuro? É assim que me sinto quando olho para uma pintura de Salvador Dali. Meu olhar se perde na ideia ali pintada, nas suas pinceladas e em seus detalhes. Me pergunto o que ele sentia quando a pintou o que o levou a pintá-la. O que, de fato, queria causar com aquilo?”, conta a estilista.

Coleção de Caroline Funke / Foto: Marcelo Soubhia / FotoSite

Na visão dela, há muitas temporalidades e atemporalidades ligadas na arte e na vida. “Quando fui estudar sobre a pintura de Dali, descobri seu nome e pensei: ‘que coincidência… – sorrindo levemente. Persistência da Memória…’ A verdade é que acredito que deva existir uma porta com uma plaquinha em cima escrita Atemporal. E lá dentro, tudo se mistura nessa loucura da inspiração-criação”, continua.

Como ela transformou tanto sonho, passado e futuro em moda? Na galeria abaixo!

Compartilhe: