Com dicas de quem respira arte, 4 mostras em São Paulo com jovens e promissores artistas

Dar opinião é bom, quem há de negar, mas ouvir a opinião de quem respira o assunto é muito melhor e mais útil como informação. Erico Marmiroli é assessor de imprensa do mercado da arte e desde 2003 comanda a Marmiroli Comunicação, que atende clientes como o curador Renato De Cara, que a gente já entrevistou aqui sobre o tema. Erico topou eleger quatro exposições que nos ajudam a elevar os sentidos. São eles…

No Ateliê Aberto, no dia 27/04, das 17h às 22h, tem a “Residência Alex Vallauri”, mais precisamente no Complexo Cultural Funarte SP. É uma homenagem ao grafiteiro Alex Vallauri (1949-1987), que dá nome ao ateliê de artes visuais da instituição. É organizado pelos seus artistas, que têm o período de seis meses para desenvolver o trabalho. Atenção especial para Neiliane Araujo, Karola Braga e Auni Seiva. Lembrando que Alex Vallauri, que também ficou famoso pelas suas gravuras, nasceu na Etiópia e veio ao Brasil em 1965.

Da série “Desestruturas”, 2019, Neiliane Araujo / colagem e nanquim sobre papelão

 

“Eu sou você hoje”, Auni Seiva, Mini bloco aramado 02. “Cada objeto que encontro se faz invisível pela cidade ou as pessoas escolhem ‘não ver’, mas isso tudo somos eu e você”, diz a artista

INDEX é o catalogo de recortes da editora Leviatã durante seu primeiro ano de existência. Atenção para a performance-instalação “UT. SO.”, de Thiago Salas, e o lançamento do álbum audiovisual homônimo em parceria com Iago Mati, além da performance “HIDEBEHIND” de Josefa Pereira no suporte de vídeo (editado por Iago Mati). Dia 27 de abril, às 20h30, no LEVIATÃ: rua 7 de abril, 356, 4º andat, República. Clique aqui.

Captura de tela de INDEX / Foto: Reprodução

A Mostra “Sons do Silício” é uma ocupação que, de várias maneiras, explora o som nas salas do espaço expositivo do EdA, propondo o conceito de luteria experimental. São mais de 30 participantes, com curadoria do Grupo de Práticas Interativas – GPI NuSom, formado por Julián Jaramillo Arango, Paulo Assis, Fábio Martineli, Esteban Viveros, Vitor Kisil e Pedro Paulo Kohler. Até 26 de abril, de segunda a sexta, das 10h às 20h no­­­ Espaço das Artes da ECA-USP, na Rua da Praça do Relógio, 160, Cidade Universitária.

cartaz mostra “Sons do Silício” / GPI NuSom

“Gabinete Ansiedade”, de Andréa Tavares, mostra um espaço inundado de imagens, um gabinete como um lugar de reflexão sobre a produção de lembranças. São mostrados nas paredes e espalhados por mesas, como um mapa, dois conjuntos de imagem com cerca de 4 mil imagens entre impressos, estampas, pinturas, desenhos, fotos e pequenos objetos como brinquedos e pedras. Até 30 de abril, de segunda a sexta-feira, das 9h às 21h30, e sábado das 10h às 18h. Na OC Oswald de Andrade: Rua Três Rios, 363, no Bom Retiro.

“Gabinete Ansiedade” de Andréa Tavares / Foto: Divulgação

Foto do destaque, arte de Neiliane Araujo / Reprodução Facebook

Compartilhe: