Curado da Virada? Vem aí Batekoo, BaianaSystem, Matilha, Iberê Camargo, Rincon Sapiência e mais

Passada a ressaca da Virada Cultural 2019, é hora se ficar atentx às próximas atrações culturais e fervos de São Paulo. Continue lendo…

Em maio, o MIS inaugura a segunda mostra do programa Nova Fotografia 2019, com seis trabalhos inéditos para exposição ao longo do ano: “Limbus”, do fotógrafo Gustavo Gusmão. Com entrada gratuita, abre no dia 21 de maio, às 19h, e segue até o dia 30 de junho no Espaço Nicho do Museu. “Limbo é um substantivo masculino com origem no latim limbus e que significa margem, beira, borda, orla. Com base na origem da palavra, o significado figurado de limbo remete ao estado daquilo que é negligenciado, esquecido”, diz o convite, que ainda explica que foram nos cemitérios de Manila (capital das Filipinas), com suas grandes comunidades a margem da sociedade, que o artista captou suas imagens. Grátis.

Drauzio Varella chama para um debate sobre o uso da cannabis na Matilha Cultural. O médico e escritor brasileiro exibe a websérie “Drauzio Dichava” e conversa com convidados sobre o uso da planta no Brasil. Evento é fechado, ao som da DJ Nat Jakovac, e contará com apoio da produtora Uzumaki e da Marcha da Maconha de SP. No dia 21 na galeria Matilha Cultural, na Rua Rego Freitas, das 19h às 22h30. Inscreva-se aqui.

 

De 22 a 28 de maio, o Festival de Finos Filmes apresenta curtas-metragens nas salas do Petra Belas Artes, no Museu da Imagem e do Som.  A programação completa (tudo de graça!) está aqui. Serão mais de 30 filmes exibidos, de diversos lugares do mundo, com foco especial na produção da Alemanha, em parceria com Goethe-Institut São Paulo, além de debates e masterclasses. Dia 22 começa às 20h30.

E tem BaianaSystem no Sesc Bom Retiro no dia 22, nesta terça-feira. “Sob a influência dos sound systems jamaicanos, o grupo amplifica não só o som, mas a essência das tradições populares. Um sistema que se manifesta nos palcos ou nas ruas, disseminando a música do Brasil, sem fronteiras. A sonoridade promove um diálogo constante entre a guitarra baiana e o canto, conduzidos por linhas de baixo que complementam seu espectro de frequências. Também contam com uma força de base percussiva (eletrônica ou orgânica) além de ritmos afro-latinos como frevo, samba-reggae, pagode, groove arrastado, ijexá, kuduro e reggae”, diz o convite. O show começa às 20h30. Compre os ingressos aqui.

Dia 23 de maio tem abertura da exposição coletiva Corpo Dado, na galeria Aura, com curadoria de Lucas Pexão e Marcilia Brito. “A exposição explora os desdobramentos contemporâneos de um recurso arcaico, perene e emblemático da prática artística: o trabalho a partir de modelo vivo. Entre ritual e técnica para representar a figura humana, seja em grupos, com um corpo nu cercado por artistas, ou com o modelo posando no atelier do artista, a atividade carrega o peso da História da Arte, de suas instituições e métodos de ensino tradicionais”, diz o convite. Corpo Dado tem como ponto de partida um trabalho inédito e histórico do pintor Iberê Camargo, um dos primeiros desenhos de modelo vivo realizados pelo artista, em 1942, representando um senhor de idade avançada, nu. São 11 artistas convidados, que apresentam trabalhos que vão da fotografia à performance, passando também pelo desenho e pela pintura. Os artistas são Iberê Camargo, Laerte, Pedro Ivo Verçosa, Mariana Poppovic, Julia Linda, Thany Sanches, Diego Almeida, Helena Marc, Luca Parise, Rafael Coutinho e Helena Obersteiner. R. Wisard, 397, Vila Madalena. Das 10h às 19h.

Reserve já seu ingresso para a abertura da Mostra de Cinema Coreano 2019 e para a sessão ao ar livre com coquetel de recepção. Será no dia 30 de maio na Cinemateca Brasileira (Largo Sen. Raul Cardoso, 207, Vila Clementino). Informe-se melhor por: contato@kccbrazil.com.br. Ingressos limitados! Evento gratuito! A programação completa você confere com mais facilidade no convite abaixo!

Em comemoração a dois anos do lançamento do seu primeiro álbum “Galanga Livre”, Rincon Sapiência sobe ao palco do Auditório Ibirapuera acompanhado do DJ Mista Luba e de banda completa formada por Nunah Oliveira e Amanda Teles (percussão), James Bantu (backing vocal), Kiko de Souza (teclado), Maurilio Santiago (bateria), Nicolas Carneiro (baixo) e Robson Heloyn (guitarra). A apresentação contará com todo repertório do álbum Galanga Livre (2017), além de seu primeiro sucesso Elegância, músicas do EP SP Gueto BR (2014) e singles mais recentes como Placo, Mete Dança (Verso Livre) e Bon Voyage (Crioulo em Paris), lançados pelo seu próprio selo  MGoma. Vendas por aqui. Dia 26, das 19h às 20h30.

E tem Batekoo no dia 28 com Lei di Dai, Deize Tigrona e Mis Ivy, das 23h às 3h na Casa Natura Musical (rua Artur de Azevedo, 2134). Ingressos de R$ 15 a R$ 60. Compre aqui. “A noite promete ser de muito poder feminino pois Lei Di Dai e Mis Ivy são duas das maiores artistas de dancehall e ragga no Brasil, enquanto Deize Tigrona é uma das pioneiras do funk carioca e em 2019 completa 20 anos de carreira”, diz o convite. Às 23h.

 

Compartilhe: