Vem pro rolê com a gente com mais um roteiro repleto de atrações especiais em São Paulo!

Semana de muita arte em Sampa, com algumas festinhas pra quebrar o gelo e matar uns bons drinks. Começamos com As Afinidades Eletivas, uma exposição com trabalhos de Ronaldo Grossman. Abre nesta segunda (6/05) no Porão da Cerveja, às 18h, e segue até quarta. “Artista plástico e galerista baseado em São Paulo e Lisboa, Ronaldo Grossman investiga em seus trabalhos artísticos e curatoriais os modos insuspeitos de relacionamento do outro — o legado da tradição, o expectador, etc. — no corpo da arte que cria, e das exposições que realiza em sua galeria, a Novembro Arte Contemporânea. Além de produzir uma pintura em que os espaços e tons vêm a ser e se desdobram a partir da consciência da existência (concreta) do observador, Grossman reuniu nos últimos anos um acervo especial de obras modernas e contemporâneas com o qual criou um trabalho em progresso simultaneamente artístico e curatorial, denominado A Galeria das Contas de Vidro”, diz o convite. A galeria fica na Rua Gal. Olímpio da Silveira, 39 , Santa Cecília (subsolo do supermercado Hirota)… (acima, arte de Leonilson)

Nesta terça, 7, tem Casa Natura Musical com Somos Moçambique, às 21h. “O principal intuito desta iniciativa é chamar atenção para a necessidade de apoio urgente a Moçambique, diante da catástrofe gerada pelo ciclone que deixou inúmeras mortes e desabrigados no país. Toda renda obtida com os ingressos e doações será doada através da Cruz Vermelha e destinada a ações de cuidados às vítimas do ciclone. A Casa Natura Musical fica na Rua Artur de Azevedo, 2134. PISTA – (inteira) R$ 120,00.  PISTA – (meia) R$ 60,00 e mais  PISTA – Contribua como puder (A) R$ – 180,00, PISTA – Contribua como puder (B) R$ – 200,00 e PISTA – Contribua como puder (C) R$ – 300,00.

O show reunirá nomes como Alessandra Leão, Anna Setton, Arnaldo Antunes, Batucada Tamarindo, Clarianas, Craca e Dani Negra, Curumin, Diego Moraes, Fabiana Cozza, Horoya, Ian Cardoso, Illy, Jaloo, Josyara, Karol Conka, Kastrup, Lucas Santtana, Luedji Luna, Luiza Lian, Márcia Castro, Mc Tha, Mestrinho, Nicolas Krassik, Nina Oliveira, Nômade, Pipoquinha, Preta Rara, Samuca e a Selva, Simoninha, Timeline Trio, Tulipa Ruiz, Tuto Ferraz, Samba da Nega Duda, Xênia França, entre outros. Com direção artística de Marcus Preto, músicos e cantores se alternarão no palco, em solos, duos e muitos encontros inusitados. Venda oficial de ingressos online apenas pelos sites Casa Natura e Evemtim.

Quarta (8/04) tem Feira na Rosenbaum – Todas as Mães a partir das 11h. E segue na quinta e sexta no mesmo horário na A CASA Museu do Objeto Brasileiro, na Avenida Pedroso de Morais, 1216/1234. “A #FeiraDeTodasAsMães, quer discutir e celebrar tudo que nutre. O que alimenta novos diálogos e novas possibilidades para um mundo mais inclusivo e diverso. Nesta edição, além de uma curadoria de mais de 40 marcas que apresentam criações especiais para presentear e celebrar o dia das mães, a Feira recebe a Agência Popular Solano Trindade, uma agência popular de fomento à cultura que tem como objetivo garantir a viabilização financeira da produção artística da região de Campo Limpo e Capão Redondo, na Zona Sul de São Paulo. Para a sua abertura receberá o coral dos índios Guarani Mbya, da aldeia Tenondé Porã. A Aldeia fica em Parelheiros, no extremo sul de São Paulo. O encontro acontecerá no A Casa, que também será palco para uma instalação dos povos Guarani Mbya, convidando todos a conhecerem mais sobre as terras indígenas brasileiras e a luta desses povos pela conquista e manutenção dos seus direitos.”

Dia 8 também tem Novos Modernistas | ‘Prot(agô)nistas, no Theatro Municipal de São Paulo, das 20h às 21h. “O Movimento Negro vem ao picadeiro para contemporizar os pensamentos, protagonizar os seus talentos e celebrar a sua existência. PROT{AGÔ}NISTAS é um espetáculo de circo que reúne artistas da musica e da dança, em sintonia fina para além da celebração, numa dramaturgia que convida a plateia a contemplar a beleza negra na dor, no humor e na sua poesia”, diz o convite. Com Ricardo Rodrigues na concepção e direção e música de Renato Ribeiro etc. Ingressos: R$ 10.

Agora uma pouco de música: o Centro Cultural São Paulo, na Vergueiro, recebe também na quarta-feira a banda A Place to Bury Strangers, dos EUA, das 20h30 às 22h. “Após rapidamente esgotar os ingressos no CCSP, o grupo nova-iorquino A Place To Bury Strangers abre mais uma data, agora no dia 8 de maio na Sala Jardel Filho (teatro)”, diz o convite. Siga @balaclavarecords @aptbs e se ligue nos ingressos.

Partimos pra pista com Houseira no dia 9, com os DJs Marky, Mau Mau, Roque Castro e Pedro Paulo. Das 23h30 às 6h, na Rua Mato Grosso, 398. Ingressos de R$ 50 a R$ 90 e que podem ser comprados aqui. Listas: Alex S Fernandes, Pedro Paulo Reinholz, Natasha Elias.

Quinta, sexta e sábado, às 21h30, tem espetáculo de dança Tempo no Sesc Pompeia. Ingressos de R$ 6 a R$ 20 aqui, tá? Soterrada em terra e poeira, a artista e coreógrafa Inaê Moreira promove uma reflexão acerca da mulher negra no Espaço Cênico do Sesc Pompeia. Se movendo aos poucos, a figura sob os detritos vai ganhando forma e, na poesia do movimento, renasce no palco. “Tempo é um ritual, onde a dança e a dimensão sonora invadem o palco para convidar o espectador a compartilhar de um renascimento. Do centro da terra até o espaço além do tempo. De uma memória de ancestralidade e resistência, a um caminho de liberdade e sobrevivência”, diz Inaê Moreira.

Chegamos no sábado com a Oficina de Fotograma com Coletivo Pinrolê, das 14h às 17h na Ação Cultural, também no CCSP. “Fotogramas são imagens obtidas do posicionamento de objetos diretamente sobre o papel fotográfico, no qual incide a ação da luz, produzindo um registro direto e único da forma deste objeto, assim como de sua própria sombra. Ao contrário de uma cópia feita a partir de um negativo, usamos um objeto direto sobre o papel fotográfico que será exposto à luz. Assim é possível obter a silhueta negativa da imagem. Nesta oficina, o participante terá a oportunidade de criar suas imagens através desse processo alternativo. Com Coletivo Pinrolê”, diz o convite. Até a próxima!

Mais uma atividade no dia 11, sábado: a exposição O Melhor de 3, organizada por Renato De Cara. Das 11h às 17h, e segue até dia 18 na Rua Tonelero, 719, Lapa. “Em O Melhor de 3, Adriana Rocha, Eidi Feldon e Reynaldo Candia apresentam suas novas produções, dentro de seus ateliês, em uma semana de exposição. Abrir as portas de um ateliê para a visitação é ao mesmo tempo generosidade e oportunidade. Para artistas e apreciadores o território é oportuno para esmiuçar e entender os processos criativos com aqueles que se propõe a dividir seus pensamentos. No caso, o convite para olhar e organizar suas produções vem quando o mercado está saturado de espaços expositivos comerciais porem ociosos, com pouca visitação. Talvez as questões estejam mais embaixo. Será que conhecer as obras em lugares neutros, imaculados e arrogantes, o chamado cubo branco, seria melhor para a compreensão ou o ambiente de trabalho diz muito daquilo que está sendo produzido, com mais verdades e informalidade?”, escreve De Cara.

E para fechar o roteiro da semana, lembrando que “Leonilson: Arquivo e Memória Vivos segue em exposição gratuita na Galeria de Arte do Centro Cultural Fiesp, até 19 de maio. Com curadoria de Ricardo Resende, organização e produção da Base7 Projetos Culturais e apoio do Projeto Leonilson, a mostra apresenta mais de 120 obras entre pinturas, desenhos e bordados. Trata-se do resultado da pesquisa e publicação do catálogo raisonné do artista, lançado em 2017. Ah, muitos dos trabalhos são inéditos. Grátis, só chegar chegando na Fiesp. Mais aqui.

São Paul

Compartilhe: