LINE UP    BLOG    ARQUIVO    INFO









PARAMENTAR


...uma cabaça se quebra e faz conexões com outras dimensões, estas dimensões ligam a ancestralidade e o espiritual à terra e aos mortais...
Para este trabalho, Alexandre dos Anjos pegou seu primeiro jogo de búzios, feito em 2013 e transformou os arquétipos dos Òrìṣàs deste jogo em entidades físicas. Pegou o plano espiritual, conectou ao conhecimento ascendente, misturou referências que já fazem parte do universo do artista e construiu roupas.
A proposta do artista é justamente utilizar o corpo como estrutura para a arte, que por sua vez deve receber a roupa como uma conexão de uma rede de maneira orgânica, esta roupa serviu como tela, onde houve a preparação do material para assim ser pintado.
Hoje, uma rede de wi-fi mostra bem que o invisível consegue se conectar a nós, a pintura aqui é o contato maior com a dita tecnologia ancestral, os Òrìṣàs sempre se conectaram a terra e para que essa ligação aconteça por quem chama, é necessário fazer oferendas, estas oferendas são a caixa do modem e esta caixa fica dentro do corpo físico.
O ato de trazer o sonho para o mundo real requer muito esforço, entender que materializar desejos para se viver o sonho requer sacrifícios sejam mentais ou físicos.
...Me lembro da primeira vez que desfilei em uma escola de samba, já estava fantasiado vendo todos fantasiados, para chegar a concentração passei pelos carros alegóricos, aquele caminho parecia o caminho para chegar ao Òrum, atravessar o Anhembi parecia um ritual de passagem, olhar os rostos e os corpos esculpidos em isopor, pintados e adereçados, figuras magicas também esculpidas e os costeiros enfeitados eram como um sonho, tudo isso mesclado aos rostos dos componentes das escolas de samba, na maioria das vezes negros que exalavam um misto de felicidade e preocupação.  Neste dia houve um feitiço que me fez compreender minha realidade...

@alexandre_dos_anjos
alexandrehdosanjos@gmail.com
Rua Aurora, 817- 10° andar




Estilo: Alexandre dos Anjos / Direção: Carol Godefroid / Direção de fotografia: Gabriel Carnelós / Direção de arte: Alexandre dos Anjos / Roteiro: Alexandre dos Anjos e Laura Artigas / Cabelo e maquiagem: Raul Melo / Fotografia still: Adima Macena / Assistente de fotografia: Pamela Anastácio / Edição e finalização: Henrique Gomes / Trilha sonora: Edvan Mota / Modelos: Bárbara Oliveira, Luana Vieira, Luis Thomaz / Booker: Mayule di Stasi (May Manangent) / Costura: Simira Gomes Medeiros / Apoio: Vicunha jeans indentity e Santista jeanswear / Agradecimentos: G.R.S.C Escola de samba Vai-Vai / Spencer Oliva Berzenje- Diretor de Barracão / LIGA Independente das Escolas de Samba de São Paulo. / Karlla Girotto / Luís Alberto / Sueli Tenani /