LINE UP (EM BREVE)    BLOG      INFO











A Ateliê Criativa Vou Assim apresenta, para 48º Casa de Criadores, o VOU ASSIM FASHION SHOW. Trata-se de uma coleção resultante do Curso de Moda, costura Upcycling e Transmutação Têxtil, cuja coordenação pedagógica e artística foi feita por Pimentel, contando com a mentoria de grandes artistas: Bioncinha do Brasil, Alecrim Rosemary Vicenta Perrotta e Phel. O VOU ASSIM FASHION SHOW é, portanto, resultado do trabalho e processo de criação de 11 estilistas, ou seja, fruto de uma imersão coletiva. Dividido em 6 Blocos, o fashion show, para além de moda e comportamento, apresenta alguns lançamentos fruto dessa produção que, além dos artistas mencionados, englobou mais de 90 corpas dissidentes e pessoas LGBTTTQIA+ periférica.

1 - Apresentação da Plataforma "@africaplussuzebr, idealizado pela querida @lubigqueen a FASHION LAB PLUS SIZE, que desenvolve seus trabalhos desde 2013. A referida artista é especializada em criações, comunicação, casting, consultoria e formação no segmento de moda Plus Size. Desenvolve laboratórios de criação, workshops e produção em eventos e desfiles de moda, contemplando e valorizando coroas pretas e gordas dentro do cenário fashionista. O objetivo central de sua produção artística é de fomentar e promover oportunidade profissional a pessoas invisibilizadas, marginalizadas e tidas como "fora dos padrões".

2 - Lançamento do Clipe Visual ASTRANSCRIACISCOPIA da multi-artista, transmutayviva Fefa um feat com Veni e Albert Magno, gravado no @cc.casarao, "A Casa de Cultura Municipal Vila Guilherme. Na referida produção artística, celebramos potências, celebramos vitórias, e quando falamos de corpas travestigeneres a ressignificação das narrativas cis-binárias impostas em nossas vivências é o movimento catártico e preciso pra um novo lugar. Dentro do "FASHION SHOW da VOU ASSIM na 48º Casa de Criadores, Fefa ao lado de Albert Magno e VENI trazem a vida "ASTRANSCRIASCISCOPIA", um vídeo promocional criado especialmente pra esse evento que reitera a força e poder dessas corpas.

3 - Lançamento da Música e Clipe Visual PERECÍVEL da Multi-artista, serTRANSneja do Sertão da Bahia Calllanga, “Vivemos em uma sociedade onde as pessoas se tornaram perecíveis, quantos coringas temos por ai? Em busca de um EGO perfeito em Busca de ser N-O-R-M-A-L” diz Calllanga, a música contou ainda com a participação de Fefaaaaaaaaaa. Todo o material foi filmado e produzido no Parque Sete Campos Situado na Cidade Ademar, durante ocupação da Casa de Cultura Intinerante Cidade Ademar. Para além de música e clipe visual Perecível também é a coleção de roupas dessa artista recém chegada do Sertão da Bahia que também se apresenta.

4 - Apresentação do fashion filme "ME RECONHEÇO NO ENCONTRO". Trata-se de uma produção artística que contou com a participação da Mira Visuais, surgindo como uma proposta política de criação de rede entre artistas dissidentes que habitam a cidade de Salvador, na Bahia. Através do mar e a partir da pesquisa multimídia de Mira sobre família e resistência lgbt, o processo de construção das relações entre as 14 pessoas envolvidas teve como guia o mito da estrela da manhã, do anjo lúcifer expulso do céu por sua desobediência que gerou luz na revolta contra a personificação da beleza ht-cis, o Deus cristão branco e egocêntrico. Assim, utilizando-se de transmutação têxtil na costura e aplicando a morte do belo, mas não da beleza, desde a maquiagem até a produção sonora, a visualidade final coloca o arquétipo da estrela mais brilhante do céu se escondendo no horizonte com sua luz refletida nas águas do mar como luz que alumia em nós a vontade de um amanhã possível de VIDA.

5 – Exposição do vídeo BICHA ZOOPOÉTICA, criação da Coletiva Açu (Florianópolis/São Paulo) e que contou com a colaboração de Bruno Mendonça. A ideia do vídeo partiu da peça bufante criada por Giba Duarte a partir de um refugo de veludo laranja. Este tipo de elemento bufante é muito presente na indumentária típica do Sul do país, como nas calças bombacha, nas mangas dos "colonos" europeus etc. Esse elemento é em si uma grande síntese de um processo colonizador que lida com um imaginário de masculinidade. A partir disso as artistes cruzaram referências como Flávio de Carvalho, o conceito de antropofagia, David Wojnarowicz, entre muitas outras referências de artistas queer que permeiam a pesquisa da Açú.

6 – Exposição da plataforma SOU ASSIM. Finalizando esse trabalho magnifico que reuniu uma grande potência de criação apresentamos para vocês a plataforma SOU ASSIM onde você pode encontrar os portfólios das 11 estilistas que passaram pelo curso Moda, Costura Upcycling e Transmutação Têxtil bem como todas as profissionais envolvidas nessa produção, Dentre suas ações artísticas e políticas, a @vouassim_ vem expandindo seu olhar sobre a questão da empregabilidade de artistas, pessoas trans e “LGBTTTQIA+”, se questionando: como monetizar nossa arte e ao mesmo tempo gerar empregabilidade? É nesse contexto que insurge a Sou Assim, uma plataforma cujo intuito é organizar promover e fomentar as demandas de empregabilidade da Ateliê Criativa Vou Assim. Atualmente, nessa dinâmica de reconfiguração e ampliação de sua identidade, a Vou Assim é uma Ateliê Criativa que promove a formação, integração, articulação, marketing, assessoria e apoio ao fazer artístico de corpas dissidentes e pessoas “LGBTTTQIA+” com foco na comunidade TRANS. Neste espaço, também dissidente, pessoas e artistas da Ateliê Criativa expõem seus portifólios e igualmente apresentam seus trabalhos e produções artísticas. A Sou Assim é, portanto, um espaço estético e político, que une o fazer artístico à empregabilidade, visibilidade, representatividade e demandas socioculturais de corpas dissidentes e pessoas “LGBTTTQIA+”.

CONTRATE NOSSOS PROFISSIONAIS ACESSANDO A NOSSA PLATAFORMA EM :
www.souassim.com.br


É sobre isso, portanto, o VOU ASSIM FASHION SHOW!



Direção Geral e Criativa: Pimentel / Direção Executiva: Valéria Zion / Produção Executiva: Aurélio Prates / Mentoras do Curso de Moda: Bioncinha do Brasil – Vicenta / Perrota – Phel – Alecrim – Pimentel. / Direção Artística e Captação de imagem: Pimentel – Gabriel / Alves dos Santos – Zebu – Bicha da Zona Urbana – Felipa Anastácia. / Produção Musical: Brisalicia – Bixurdia – Vidalles / Músicas: Diva do Guetto – Albert Magno / ASTRANSCRIACISCOPIA – Fefa feat Veni e Albert Magno / PERECÍVEL – CALLLANGA feat Fefa Cantigas para Exú. Edição e Montagem: Fefa / Fotografia: Bernoch – DRodrigues – Pedro Jorge AFRO-P / Maquiagem: Shankar - Ludovyko – Eduarde Junior / Designer de Estamparia e ilustração: Zebu - Gabriel Alves do Santos e Trindade / Cabelos: Japhette Ozias / Casting: Lu Big Queen, Esdras Oseias, Veni Barbosa, Albert Magno, Fefa, Yela Evangelista, Calllanga, Cunanny, Victor Menezes, Gabrielly, Lua Ayana, Bicha da Zona Urbana, ManaBella, Valéria Zion, Pimentel, Estilistas e Styling: Calllanga, Amã, Mira Visuais, Darlene Maravilha, Lua Ayana, Yná kabe, Iam Campigotto, Giba Duarte, Luana Não é Menina, Thami, Kio Zaz, Nath Almeida, Mira Visuais: Me Reconheço no Encontro, Roteiro e Direção: MIRA / Fotográfia: Mandra de Lucas / Edição: Gabriel Lima - Mandra de Lucas / Trilha Sonora: LIAM MOLOTOV, RAIM, SUED HOSANÁ, Styling: Mira e Gustaveirinha / Beleza : Michelle dos Caralhos / Acessórios: Acervo Cobra Coral / Produção: Bruno Silva e Silva, Igor La Ves / Modelos: Cobra Coral, Gustaveirinha, Leviatado, Matheus Tarrão, Michelle dos Caralhos, Mira, Paulilo, Sued Hosaná, Agradecimentos: Dona Rute, Pensão do seu Alan / KIO ZAZ e IAM CAMPIGOTTO: Ficha Técnica: Criação, Figurino e Styling: Kio Zaz e Iam Campigotto / Costura, ilustração e serigrafia: Kio zaz @kio.zaz / @altus_riskos Serigrafia e costar: Iam Campigotto @utenterror / Modelo: Ellen Cristaline / Interlocução: Bruno Mendonça / Vídeo: Iam Campigotto / Música: E assim nós criamos nossa cybercidade - Zara Dobur / Coletiva Açu Ficha Técnica: Criação: Coletiva Açú + Bruno Mendonça / Figurino e Styling: Giba Duarte e Bruno Mendonça / Vídeo: Iam Campigotto e Bruno Mendonça / Fotografia: Igor Curzel /