LINE UP    BLOG    ARQUIVO    INFO

SIMETRIA


s.f. Semelhança e correspondência entre duas coisas.
Regularidade, afinidade, concordância, conformidade,
equivalência, paralelismo, relação, similitude.


Apesar dos desafios que estamos vivenciando diariamente, precisamos celebrar a história, a vida e principalmente o futuro.

Simetria, a nova coleção da Thear é justamente a celebração da história de Goiânia, em seus 88 anos tendo como inspiração o patrimônio Art déco, estilo surgido logo após o fim da Primeira Guerra Mundial e amplamente reconhecido no mundo das artes, arquitetura, decoração e moda. Associado ao aspecto histórico, vale ainda a celebração do fato de que a jovem metrópole é um importante polo econômico do país e principalmente do centro-oeste, considerado centro estratégico para áreas como indústria, medicina, moda e agricultura e um futuro ainda mais promissor pela frente.

A Thear, em todas as suas coleções, realiza este exercício de olhar para dentro, porém transpondo características regionais e mantendo uma busca pelo global. Esta característica da marca fica muito evidente em Simetria, onde percebemos uma importante releitura sobre nossas iconografias passadas e presentes. Dentro desta iconografia escolhida, do movimento Art Déco, encontramos na arquitetura fachadas pomposas, ostensivas e simétricas. Já no campo da moda evidenciou-se o surgimento o visual andrógeno simbolizando liberdade e igualdade para as mulheres, sua independência financeira. Foi tanta vontade de ser livre e se jogar na vida que esse período, os famosos “anos 20, que ficaram conhecidos como “os anos loucos”.

A cartela de cores propõe um passeio pelos tons mais apastelados, que vão do off passando por delicados roses, até bases mais rústicas do verde musgo e azul denim. A silhueta traz o movimento sobre a roupa confortável, sem marcar a cintura (formas trapézio), com formas e simetria simples, remetendo às sensações de paz, conforto e felicidade. Para essa coleção resgatamos técnicas ancestrais de construção de fuxicos feitos a partir dos nossos retalhos criando formas estruturais em design de superfície.

Junto com nosso talentosíssimo parceiro Salmo Silva, especialista em calçados, elaboramos dois modelos de sapato Oxford em base denim delavê que foram delicadamente bordados com placas imitando paetês, feitas de material de descarte. Estas placas de paetês foram minuciosamente construídas por nossa parceira Rochelle, que realiza um trabalho fantástico de reaproveitamento de embalagens vazias de produtos de limpeza como principal matéria-prima.

Já os acessórios contam com a assinatura da caprichosa designer Karine Brasil, que desenvolveu braceletes, broches, brincos e lindos botões em argila e que foram finalizados em cores que coordenam com todo nosso contexto Art Déco.

Simetria, que semanticamente é regularidade, afinidade e relação, na Thear é a afinidade e relação entre duas histórias: a da marca, com seu savoir-faire de construção de roupas a partir de fibras naturais, resgate de matérias e técnicas e preocupação socioambiental e da sua cidade natal, com seu rico o passado (ainda atual) de estilo e iconografia. Simetria e Thear são, então, equilíbrio com quem veste e com o mundo.